quinta-feira, 20 de janeiro de 2005

ARTIGO nº2


CRISTO E SUA INFLUÊNCIA PARA AS GRANDES NAVEGAÇÕES DO SÉCULO XV

Nos evangelhos da bíblia encontramos Jesus dizendo : Vão por todo o mundo e preguem a toda criatura. Eu irei tecer uma teoria agora pela qual poderei afirmar que uma das razões das navegações portuguesas foi esse dito de Cristo.
Tudo bem. A causa principal das navegações dos europeus e dos portugueses principalmente pode ter sido a da geração de divisas para o país. No entanto muito do que foi feito, foi sobre a divisa da cruz. Quando Dom João II ou Dom Manuel precisaram do aval da igreja eles apelaram para essa passagem.
Quando Cabral (VIDE Notas complementares) aportou no Brasil em 1500 e não viu especiarias ou riquezas minerais ele, um tanto decepcionado, consolou-se com o fato de que aqui havia muito pau-brasil e também muitas almas para serem salvas. O próprio frei Henrique Soares, que rezou a primeira missa em solo tupiniquim, ficou maravilhado com o que ele chamava pureza dos habitantes da terra, e acreditava que seriam facilmente catequizados pois não pareciam ter qualquer credo ou religião.
Por outro lado todas as missões subseqüentes enviadas ao oriente, desde a de 1497 comandada por Vasco da Gama até aquela de 1511, comandada por Afonso de Albuquerque (VIDE Notas complementares), eram montadas com o apoio dos nobres e também da igreja para a qual o governo declarava haver muitos cristãos naquela parte da Ásia e outros tantos seguidores de Maomé que poderiam ser convertidos a Fé cristã (VIDE Notas complementares).
Portanto ainda que não possa categoricamente afirmar que o Brasil foi “descoberto” através do Ide de Cristo, tenho razões para crer que Jesus Cristo tem uma grande importância na história universal, e isso desde as cruzadas que os cristãos europeus faziam para libertar a terra santa a muitos mil anos atrás. Então, ainda que as pessoas não aceitem Cristo e sua missão eu lhes digo muito do que hoje é só é por causa de Cristo. Ou vocês acham que se não fosse pela interseção de Jesus perante Deus restaria algum pecador como nós sobre a Terra? Muito pelo contrário Deus há muito já teria nos mandado o “dilúvio” final, que como se sabe não será de água, mas de fogo e enxofre.
Então sabendo disso pra que ficar esperando que algo de mal nos sobrevenha? Vamos enquanto há tempo reconhecer a soberania de Cristo sobre o nosso mundo e entregando nossas vidas a ele deixarmos que o mesmo venha a direcionar as nossas vidas. E para isso basta negarmos a nossa soberba, a nossa ganância, petulância e orgulho e passarmos a viver segundo a bíblia, que além de ser a palavra de Deus é ainda uma confiável fonte de pesquisa histórica e mais do que isso, um livro que prediz exatamente o nosso futuro.
E então você quer correr o risco de morrer e ir para o inferno ou prefere ir para o céu? Pois afinal de contas não temos nada a perder. Se existir céu e inferno nós, sendo salvos, vamos para o céu. Mas se não houver nada teremos vivido uma vida legal sem vícios, invejas, intrigas e principalmente com mais momentos felizes do que tristes.

Nenhum comentário: