segunda-feira, 25 de dezembro de 2006

Comentário n° sei lá 3

Já me surgiu o tema para uns próximos escritos: Deus Existe?
Em um deles vou expor fatos que comprovem a sua existência.
E no outro vou catalogar razões que compravam a sua não-autenticidade.
Vou conseguir?
Sei lá. Vou ter de me aplicar um bocado.
Mas acho que vai dar certo.
Talvez até entreviste um pastor ou algo assim.
E é claro, um ateu, agnóstico ou o que for...
Se conseguir postarei >>>



...

segunda-feira, 9 de outubro de 2006

ARTIGO n° 8 Joás & Joiada

Muito já se tem falado, escrito, mostrado á cerca da importância dos bons preceptores. Dos bons tutores, líderes e afins. Como não poderia deixar de ser, a Bíblia Sagrada também fala a esse respeito. Creio que em outras passagens isso se veja também, contudo, para mostrar o que acabo de escrever quero usar a passagem que se encontra no capítulo 12 do livro de 2 Reis.

Essa passagem nos mostra a história do rei Joás. Um menino de apenas sete anos, que devido a uma conturbação política na época foi alçado ao trono.

No versículo 2 do presente texto está o cerne daquilo que quero dizer: "E fez Joás o que era reto aos olhos do Senhor todos os dias em que o sacerdote Joiada o dirigia".

No capítulo 24 de 2 Crônicas encontramos um texto que é paralelo desse que estamos analisando. E lá é mostrado com detalhes o que aconteceu após a morte do sacerdote. Enquanto Joiada era vivo, o templo do Senhor foi restaurado e o culto novamente voltou a ter uma importância grande para a nação. Porém com a morte desse, vieram os princípes de Judah perante o rei e o convidaram à idolatria. E o rei deu ouvidos a eles, como está escrito no versículo 17 de 2 Cr. 24.

Agora então estava novamente a nação mergulhada nos abomináveis pecados da idolatria. O Senhor contudo, grande e misericordioso enviou profetas para que advertissem o povo. Mas segundo o texto bíblico eles não os ouviram. Aí o Senhor mandou o próprio filho do Sacerdote Joiada, mas o rei, cego pelo pecado mandou que o apedrejassem!

Pensa! O filho daquele a quem Joás tanto devia sendo assassinado a mando do rei... Certamente Deus não deixaria esse crime ficar impune. " O Senhor o verá e o requererá."- Disse o profeta ao morrer.

Dito e feito. Em um ano o exército das Siros subiu e destruiu os Judeus. E o rei foi logo após morto por seus próprios servos em sua cama. E pior que isso, nem nos sepulcros dos reis não o sepultaram.

Diz nos a Bíblia que o salário do pecado é a morte. E que morte hodienda...

Mas o que eu quero ressaltar é o papel do sacerdote Joiada. Durante toda a sua vida o reino prosperou nas mãos do rei Joás. Depois de morto foi sepultado no sepulcro dos reis, devido a seu papel fundamental na história da nação.

Bons preceptores. Falo isso aos pais. Aos líderes. A todos nós enfim. Sempre há alguém que nos considere. Precisamos fazer a nossa parte. Mesmo que após a morte não venha se cumprir a escritura "Ensina o menino no caminho em que deve andar e ao crescer dela não se desviará", a nossa recompensa virá. Não seremos sepultados com os reis, mas será melhor, viveremos com os reis! Com o rei dos reis...

Bons exemplo, bons conselhos. Essa é nossa obrigação. E que melhor conselho há do que a palavra de Deus?

Salmo 119. 11: " A tua palavra escondi nomeu coração para não pecar contra ti..."

Paz a todos...........

domingo, 20 de agosto de 2006

ARTIGO n° 7 José & O inimigo

Quero compartilhar com vocês de uma analogia tirada de um texto das sagradas escrituras.

No livro de Gênesis, no capítulo 40, vemos o José, filho de Jacó
aprisionado por um crime que ele não cometerá. Queremos aqui fazer uma
explanação, uma tergiversação literata.


Lá estava então o Sonhador, o homem que tinha uma promessa muito
linda para se cumprir na sua vida, totalmente distanciado da sua realização. Por
certo o inimigo se regozijava:
- Tá vendo o sonhador? Acabei com ele. Agora já era...

Vendo-o naquela situação o inimigo das nossas almas resolve dormir. Vai
tirar um cochilo, porque ali a situação estava sob controle.

Tempos depois ele é acordado por um soar de trombeta:
-Pa pa pa ra!
-O que é isso?- pergunta o diabo.
-É um desfile lá no Egito meu Senhor...
-Puxa, eu tava descansando na boa... Mas diz aí o que é que tão
comemorando?
-É a posse do novo governador.
-É. Vamos dar uma olhada... Hum... Aquele ali eu conheço é Faraó. Mas tem
um segundo carro. Quem vem nele demônio?
-Aquele é o novo governador.
-Por mil diabos, não pode ser... Aquele... Qual é o nome dele?
-Zafenate-Panéia.
-Ah tá. Ufa, que susto. Achei que fosse alguém que eu conheço, um tal de
José...
-Mas é.
-Como?! José?!
-Só mudaram o nome, de José passou a ser O Mantenedor do Fruto da Vida!
Enquanto você cochilava tem um lá em cima que não cochila e trabalhou pra
cumprir a sua promessa!




Uma histórinha interessante...
Todos temos promessas na nossa vida. As vezes pode parecer que elas estão demorando para se cumprirem, mas não. Tudo tem a sua hora. Há um preço a pagar.
Por isso não desanime. As promessas de Deus ainda se cumprirão na sua vida! Muito antes do que vc imagina!
Amém

sexta-feira, 4 de agosto de 2006

ARTIGO nº 6

Será possível que Deus possa falar através de uma música dos Engenheiros do Hawaii?
A Palavra nos diz que Ele fala de muitas maneiras...
Comigo aconteceu assim:


Estava eu já a algum tempo sem orar, sem buscar a presença de Deus. Então um dia ao ouvir uma música dos Engenheiros eu senti que naquilo havia uma mensagem para mim.
A música chama-se Perfeita Simetria. Eu transcrevo a letra aí para que possamos fazer uma análise.

Toda vez que toca o telefone Eu penso que é você
Toda noite de insônia Eu penso em te escrever
Pra dizer Que o teu silêncio me agride
E não me agrada ser Um calendário do ano passado
Prá dizer que teu crime me cansa
E não compensa entrar na dança
Depois que a música parou
A música parou (Parou!)

Toda vez que toca o telefone Eu penso que é você
Toda noite de insônia Eu penso em te escrever
Escrever uma carta definitiva
Que não dê alternativa Prá quem lê
Te chamar de carta fora do baralho
Descartar, embaralhar você E fazer você voltar

[Ao tempo em que nada Nos dividia
Havia motivo pra tudo E tudo era motivo pra mais
Era perfeita a simetria
Éramos duas metades iguais]

O teu maior defeito Talvez seja a perfeição
Tuas virtudes Talvez não tenham solução
Então pegue o telefone Ou um avião
Deixe de lado Os compromissos marcados
Perdoa o que puder ser perdoado
Esquece o que não tiver perdão
E vamos voltar aquele lugar vamos voltar

Vamos voltar...


Pra mim foi como se o Espiríto Santo estivesse dizendo essas frases pra mim.
Como se Ele quisesse ser de novo meu amigo.
Eu havia deixado Ele de lado, mas estava agora convidado a voltar.
E Toda vez que toca o telefone...
Essa frase me deixou a impressão de que o ES lá em cima, ou onde quer que fosse ficava ansioso por ouvir a minha ligação ( Jr. 33.3), mas ia ver não era nunca eu...

Entaum acho que Deus pode falar através dos Engenheiros...
...
...
Pode e fala!

sábado, 15 de julho de 2006

NOTÍCIA BOA

Desde ha tempos venho fazendo meditações matinais. A maioria delas foi escrita na máquina de escrever, por isso de imediato não irei publica-las todas, mas pretendo com o passar do tempo incluir as mais edificantes.

PAZ a todos...

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2006

Aguardar

Veja como é a vida: uma espera imensa aqui, ali, la.
No momento estou esperando o congresso da mocidade. Sera que DEUS vai falar comigo?