segunda-feira, 9 de outubro de 2006

ARTIGO n° 8 Joás & Joiada

Muito já se tem falado, escrito, mostrado á cerca da importância dos bons preceptores. Dos bons tutores, líderes e afins. Como não poderia deixar de ser, a Bíblia Sagrada também fala a esse respeito. Creio que em outras passagens isso se veja também, contudo, para mostrar o que acabo de escrever quero usar a passagem que se encontra no capítulo 12 do livro de 2 Reis.

Essa passagem nos mostra a história do rei Joás. Um menino de apenas sete anos, que devido a uma conturbação política na época foi alçado ao trono.

No versículo 2 do presente texto está o cerne daquilo que quero dizer: "E fez Joás o que era reto aos olhos do Senhor todos os dias em que o sacerdote Joiada o dirigia".

No capítulo 24 de 2 Crônicas encontramos um texto que é paralelo desse que estamos analisando. E lá é mostrado com detalhes o que aconteceu após a morte do sacerdote. Enquanto Joiada era vivo, o templo do Senhor foi restaurado e o culto novamente voltou a ter uma importância grande para a nação. Porém com a morte desse, vieram os princípes de Judah perante o rei e o convidaram à idolatria. E o rei deu ouvidos a eles, como está escrito no versículo 17 de 2 Cr. 24.

Agora então estava novamente a nação mergulhada nos abomináveis pecados da idolatria. O Senhor contudo, grande e misericordioso enviou profetas para que advertissem o povo. Mas segundo o texto bíblico eles não os ouviram. Aí o Senhor mandou o próprio filho do Sacerdote Joiada, mas o rei, cego pelo pecado mandou que o apedrejassem!

Pensa! O filho daquele a quem Joás tanto devia sendo assassinado a mando do rei... Certamente Deus não deixaria esse crime ficar impune. " O Senhor o verá e o requererá."- Disse o profeta ao morrer.

Dito e feito. Em um ano o exército das Siros subiu e destruiu os Judeus. E o rei foi logo após morto por seus próprios servos em sua cama. E pior que isso, nem nos sepulcros dos reis não o sepultaram.

Diz nos a Bíblia que o salário do pecado é a morte. E que morte hodienda...

Mas o que eu quero ressaltar é o papel do sacerdote Joiada. Durante toda a sua vida o reino prosperou nas mãos do rei Joás. Depois de morto foi sepultado no sepulcro dos reis, devido a seu papel fundamental na história da nação.

Bons preceptores. Falo isso aos pais. Aos líderes. A todos nós enfim. Sempre há alguém que nos considere. Precisamos fazer a nossa parte. Mesmo que após a morte não venha se cumprir a escritura "Ensina o menino no caminho em que deve andar e ao crescer dela não se desviará", a nossa recompensa virá. Não seremos sepultados com os reis, mas será melhor, viveremos com os reis! Com o rei dos reis...

Bons exemplo, bons conselhos. Essa é nossa obrigação. E que melhor conselho há do que a palavra de Deus?

Salmo 119. 11: " A tua palavra escondi nomeu coração para não pecar contra ti..."

Paz a todos...........